sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Tapioca com coco



Há umas duas semanas a minha cunhada trouxe-me do Brasil (é assistente de bordo… ) um saquinho de tapioca para eu experimentar. Olhei para aquilo sem saber muito bem que volta lhe dar e resolvi ir pesquisar na net acerca da tapioca. Além de ter encontrado inúmeras receitas, percebi que se vende em quase todos os supermercados portugueses. Decidi optar por uma receita doce. Esta receita do Panelaterapia pareceu-me perfeita e incrivelmente simples. Faz-se em menos de nada e fica com uma consistência muito idêntica ao nosso arroz doce. Para mim ficou incrivelmente doce… Por isso, aconselho a quem quiser recriar, que no fim, em vez de cobrir a tapioca com o restante do leite condensado, polvilhe de canela, como acabamos por fazer com o que sobrou... e aí sim, fica fantástica, para o meu gosto pessoal, como é óbvio. Deixo-vos a sugestão com as alterações que eu acho necessárias.



400ml de leite
½ lata de leite condensado
200ml de leite de coco
1 casca de limão

1 chávena de chá (240ml) de tapioca granulada
50g de coco ralado

Canela em pó

Numa taça larga colocar a tapioca e o coco ralado. Reservar.

Levar ao lume o leite, o leite condensado, o leite de coco e a casca de limão. Deixar aquecer até levantar fervura. Assim que isso acontecer, retirar do lume, rejeitar a casca de limão e despejar sobre a mistura de tapioca e coco ralado, envolvendo de seguida. Vai parecer muito líquido, mas a tapioca irá aumentar bastante de volume. Mexer ocasionalmente nos 10 minutos seguintes. Colocar no frigorífico até à hora de servir. Antes de servir polvilhar com canela em pó.

Bom apetite!

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Doce de pêssego



Sabem aqueles pêssegos que ninguém come no primeiro ou segundo dia que chegam a casa? Se ficam na fruteira enchem-se de mosquitos da fruta. Se vão para o frigorífico começam a ficar engelhados… foi o caso destes. Depois de dois dias na fruteira, resolvi pô-los no frigorífico. E os dias foram passando. Uns iogurtes à frente, a marmita para o dia seguinte e ninguém via os pobres dos pêssegos a engelharem… Quando reparei neles percebi imediatamente que já ninguém lhes iria tocar. Mas lá em casa não se deita comida fora. E por isso tinha que os aproveitar de outra forma. Não ia fazer um bolo porque era segunda-feira e ainda tinha bolo do fim-de-semana. Resolvi fazer um doce. Sabia que não ia render muito, mas também não iriam para o lixo! Lá rendeu um bom frasco de 400ml de doce de pêssego que ficou com a consistência ideal e delicioso! Não tive trabalho nenhum uma vez que apenas tirei os caroços dos pêssegos e foram para o robot com pele e tudo, mesmo sendo daqueles com “pelinho”. No meu caso usei a Bimby, porque é o robot que tenho, mas adapta-se a qualquer um…



500g de pêssegos com pele mas sem caroço
200g de açúcar
1 colher de sopa de essência de baunilha caseira

Colocar os pêssegos partidos em pedaços dentro do copo do robot de cozinha. Juntar o açúcar e a essência de baunilha. Programar 25 min., temp. 100, vel. 1. Terminado o tempo triturar 1 min., vel. 5. Retirar de imediato para um copo ou copos, tapar e deixar arrefecer por completo antes de consumir.

Bom apetite!


segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Douradinhas no forno com bacon e coentros



Para começar a semana trago-vos um prato de peixe no forno. Umas simples douradas que se transformam numa das refeições preferidas de fim-de-semana lá por casa. Muito simples de fazer e permite tempo de sobra para outras coisas. Agora que o Outono está à porta (se bem que já vi que para a semana passamos dos 36.ºC outra vez!!!!) já sabem bem uns pratinhos mais compostos. Deixo-vos a sugestão:



4 douradas pequenas
150g de bacon em cubos
8 Pezinhos de coentros
1 cebola média
5 dentes de alho
1kg de batatinhas para assar
Sal, pimentão doce e azeite

Colocar as douradas num tabuleiro com pequenos golpes no lombo que fica virado para cima. Rodear as douradas com as batatinhas muito bem lavadas e com um corte longitudinal. Salpicar tudo com sal grosso.

Por cima distribuir a cebola picada, os dentes de alho picados ou esmagados, os pedacinhos de bacon e os coentros picados. Salpicar com pimentão doce e regar de forma generosa com azeite. Levar ao forno pré-aquecido a 180-190.ºC e deixar assar cerca de 45-50 minutos ou até estar tudo bem douradinho.

Bom apetite!


sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Frango com pão de alfarroba - Actifry Express





Hoje trago mais uma sugestão muito simples para confecionarem na Actifry Express. Refeições simples, rápidas e deliciosas é o desejo de qualquer pessoa, certo? E esta é mais uma dessas receitas. Um frango muito estaladiço, rápido de preparar e que fica delicioso. Acompanhamos com um molho caseiro de iogurte, também muito simples, arroz branco e uma salada. Daquelas coisas que podemos fazer vezes sem conta, que todos gostam!

3 peitos de frango + 4 pernas de frango
2 ovos
2 pãezinhos de alfarroba
6 dentes de alho
4 pés de coentros (+ para polvilhar a gosto)
1 colher de café de pimentão doce
1 colher de chá de sal
2 colheres de sopa de azeite

Para o molho

1 iogurte natural
2 colheres de sopa de mostarda
1 colher de café de alho em pó
Pimenta preta moída na hora

Misturar todos os ingredientes do molho e reservar no frigorífico.

Começar por reduzir os pãezinhos de alfarroba a migalhas grossas. Juntar as duas colheres de sopa de azeite, os dentes de alho, os coentros picados, o sal e o pimentão doce e envolver muito bem.

Partir os peitos de frango em pedaços não muito pequenos. Colocar os dois ovos num prato de sopa e bater. Passar os pedaços de carne pelo ovo e de seguida pela mistura de pão.

Sem adicionar qualquer tipo de gordura, colocar os pedaços de peito no cesto da Actifry Express e programar 15 minutos. Retirar e reservar. Colocar os restantes pedaços juntamente com as pernas de frango no cesto e programar mais 20 minutos.

Retirar e polvilhar com coentros frescos. Acompanhar com molho de iogurte e mostarda.

Bom apetite!

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Bolo de iogurte de limão com salpicos de aveia



Os recomeços estão mesmo todos à porta. Ou alguns começos também. Os dias tornam-se mais complicados e há que interiorizar novas rotinas. Os horários mudam todos, os dias de jantares tranquilos já não existem e este ano está tudo um bocadinho do avesso. Mas bom, é sinal que elas estão a crescer, que evoluem nas suas atividades, e nós, lá vamos apoiando esses passos, com orgulho e alguma apreensão, mas sempre muito presentes. As manhãs também vão ser mais agitadas com as três a sairmos de casa antes das 8 e o pai logo a seguir. Haja organização que tudo encaixa! Lá terá que ser… mas acho que só de pensar no que aí vem já estou novamente cansada! Para adoçar este regresso deixo-vos com um bolo simples de iogurte de limão e aveia. Espero que gostem!



Casca e sumo de 1 limão
180g de açúcar
1 iogurte de aroma de limão (ou natural)
1 copo (dos de iogurte) de óleo vegetal
4 ovos
180g de farinha
1 colher de chá de fermento em pó

50g de manteiga à temperatura ambiente
80g de aveia
1 colher de sopa de mel

Pré-aquecer o forno a 180.ºC. Untar uma forma retangular pequena com margarina e polvilhar de farinha. Reservar.

Bater o açúcar com os ovos até ficar um creme esbranquiçado. Juntar a raspa e o sumo de limão, o iogurte e o óleo vegetal. Bater novamente. Por fim adicionar a farinha e o fermento e envolver até estarem integrados.

Colocar a massa na forma reservada. Numa taça misturar a manteiga com a aveia e o mel. Distribuir pedacinhos desta mistura sobre a massa de forma uniforme. Levar ao forno cerca de 30 minutos ou até estar cozido.

Retirar do forno, partir em cubos e servir.

Bom apetite!



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...